Documentário sobre mítico álbum de Lula Côrtes e Zé Ramalho é liberado na Internet

A Monstro Filmes, braço fonográfico do selo goiano Monstro Discos, liberou, em seu canal do Youtube, o documentário Nas Paredes da Pedra Encantada. O longa, de 2011, dirigido por Cristiano Bastos e Leonardo Bomfim, é um road movie que viaja pelas lendas do mítico Paêbirú – Caminho da Montanha do Sol, álbum lançando em 1975 por Lula Côrtes e Zé Ramalho.

Em uma Kombi, os dois diretores levam Lula Côrtes de volta a Ingá, recanto do agreste paraibano envolto no misticismo de uma pedra talhada com signos pré-milenares. Entre as lembranças de Lula e as histórias de figuras diversas da cena udigrudi nordestina, o filme investiga, não só a riqueza musical de Paêbirú, mas também o imaginário do interior da Paraíba e o momento psicodélico dos anos 70 na ponte entre Recife e João Pessoa. Zé Ramalho, que sempre evitou o assunto não falou com o filme, mas liberou os direitos de uso das músicas para a trilha sonora.

O Paêbirú se tornou lendário também pelo fato de parte de sua tiragem original ter sido destruída numa cheia que devastou o depósito da fábrica de discos. Juntos, Zé Ramalho e Lula Cortês – que morreu em março de 2011, de câncer na garganta, poucos dias antes da estreia do filme -, criaram para as músicas novos mitos em cima dos mitos da Pedra do Ingá, sítio arqueológico localizado em Ingá do Bacamarte (PB), repleto de misteriosas inscrições rupestres.

A ideia do documentário Nas Paredes da Pedra Encantada nasceu em 2009, quanto jornalista gaúcho Cristiano Bastos estava em Recife para a apuração de uma matéria especial para a revista Rolling Stone. A reportagem ganhou corpo e a realização de um documentário pareceu inevitável. Bastos e Bomfim passaram um mês entre Pernambuco e Paraíba filmando entrevistas com os principais envolvidos com o disco.

Assista ao documentário Nas Paredes da Pedra Encantada

 

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>