Premiado documentário “Cinema Novo” chega aos cinemas em novembro

Cena do documentário "Cinema Novo", de Eryk Rocha

Cena do documentário “Cinema Novo”, de Eryk Rocha

Espécie de um ensaio poético que investiga um dos principais movimentos cinematográficos latino-americanos, através do pensamento e fragmentos de filmes dos seus principais autores, o documentário Cinema Novo, de Eryk Rocha, chega às salas brasileiras em novembro. Até lá, o longa participará de cerca de dez festivais internacionais. Em maio deste ano, o filme recebeu o prêmio L’Œil d’or  (Olho de Ouro) de Melhor Documentário do Festival de Cannes.

O filme mergulha na aventura da criação de uma geração de cineastas que inventou uma nova forma de fazer cinema no Brasil em meados dos anos 50 e 60, a partir de uma atitude política que juntava arte e revolução, e que buscava um cinema que tomasse as ruas e fosse ao encontro do povo brasileiro. Como alguns dos principais nomes do Cinema Novo, surgem cineastas como Nelson Pereira dos Santos, Cacá Diegues, Ruy Guerra e Glauber Rocha, pai de Eryk.

Recentemente, a revista francesa Cahiers Du Cinéma publicou uma crítica do documentário, sétimo longa assinado por Rocha, ressaltando o caráter atual do movimento: “O Cinema Novo é o cinema do futuro:  Eryk Rocha restitui a força criativa, a energia incandescente, o desejo e a paixão de um movimento que nunca deixou de ser contemporâneo”. O filme terá uma sessão especial em Paris, no dia 4 de julho, promovida pelo Ina (Institut National de L’Audiovisuel) e pela Scam (The civil society of multimedia authors).

Adicionar a favoritos link permanente.

Um Comentário

  1. Eita, jamais que eu ia imaginar tudo isso rs.
    Muito obrigado mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *