Rafael Guimaraens reconstitui “Caso das Mãos Amarradas” em seu novo livro

Jornais da época cobriram amplamente o caso

Há 50 anos, acontecia em Porto Alegre um dos crimes mais icônicos cometidos pelo Estado brasileiro durante a ditadura militar. O sargento Manoel Raymundo Soares, um dos líderes do movimento dos sargentos pelas reformas de base do governo de João Goulart, e contra o regime implantado após o golpe de 1964, era … Continue lendo