Resenha: “Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)”

Luiz Paulo Teló O diretor mexicano Alejandro González Iñárritu dificilmente erra. A sua filmografia (21 Gramas, Babel, Biutiful) já é de admirável relevância ao cinema comercial produzido a partir dos anos 2000. Ganhador de categorias importantes do Oscar 2015, inclusive as de melhor filme e diretor, Birdman pode até não ser seu melhor … Continue lendo

  • 28 DE MARÇO NOS CINEMAS