Michel Houellebecq em Porto Alegre, com polêmica e ironia

Carlos Garcia Michel Houellebecq é o maior escritor francês contemporâneo e um dos mais importantes do planeta na atualidade. Na literatura, é bastante conhecido pelo seu humor ácido e, fora dela, pelas suas ideias sempre polêmicas. No seu discurso no Fronteiras do Pensamento, em Porto Alegre, dia 7, foi o … Continue lendo

Exposição no Santander Cultural apresenta vida e obra de Simões Lopes Neto

Carlos Garcia Tu entra num galpão. Um galpão típico  das estâncias do Rio Grande do Sul. Roda de carreta escorada na parede de madeira, sela sobre um cavalete e a caveira de um bovino fixada no pilar de sustentação. Pela cobertura meio destelhada, entra luz, formando figuras geométricas no soalho … Continue lendo

O idioma próprio de Cássio Pantaleoni

Carlos Garcia Respire. Esse é o aviso estampado na página que antecede o primeiro conto do livro De vagar o sempre, de Cássio Pantaleoni. E é fundamental que o leitor o respeite, porque vai precisar de fôlego. Não que se trate de uma narrativa exaustivamente extensa. Ao contrário. São oito … Continue lendo

Dez romances que se passam em Porto Alegre

Carlos Garcia Mais um aniversário de Porto Alegre. Lá se vão 244 anos de história. As atividades culturais sempre estiveram presentes no cotidiano da cidade. A cena forte de hoje, que abrange diversas manifestações artísticas, é fruto da base fundamentada ao longo desses quase dois séculos e meio. Se a … Continue lendo

Os impactantes contos do Jacaré

Carlos Garcia Lá se vão vinte anos sem Luiz Sérgio Metz, o Jacaré. Não cheguei a conhecê-lo. Tampouco apreciei sua obra em vida. Só agora, fui ler, pela primeira vez, uma ficção sua. É O primeiro e o segundo homem, livro de contos que me deixou deslumbrado pelo seu trabalho. … Continue lendo

Um livro sobre especulação imobiliária

Carlos Garcia É um livro sobre especulação imobiliária. Isso foi tudo que o vendedor me explicou sobre o romance Imóveis Paredes (Libretos, 2015), de Miguel da Costa Franco. E não poderia haver descrição melhor. A narrativa é, acima de tudo, sobre a especulação imobiliária em Porto Alegre. O autor propõe … Continue lendo

Segunda pátria: os brasileiros que queriam ser alemães

Carlos Garcia O que teria acontecido com o Brasil se Getúlio Vargas tivesse aderido oficialmente à causa nazista no início da Segunda Guerra? Não se sabe. A única maneira de se ter uma ideia do que poderia ter ocorrido é fazendo um exercício de imaginação e enxergar as diversas hipóteses. É … Continue lendo

Cinco representações do gaúcho na literatura

Carlos Garcia Bombacha, lenço, bota, faca na guaiaca e cuia de chimarrão na mão. As características do gaúcho típico aparecem em todo lugar e esse conjunto é tido por muitos como verdadeiro. A literatura foi um dos meios que ajudou a disseminar essa fotografia. Mas será que essa a verdadeira … Continue lendo

Número Zero: Um manual de antijornalismo

Carlos Garcia O jornal Amanhã foi planejado para nunca ser publicado. Seriam produzidas apenas edições pilotos, o chamado número zero. No caso, os números zeros, no plural. Era para ser 12, o 0/01, 0/02, 0/03 e assim por diante. Mas não faz sentido planejar um jornal para não publicá-lo. Por … Continue lendo

Cinco cidades fictícias da literatura do RS

Carlos Garcia A chuvarada que caiu sobre Porto Alegre nos últimos dias me fez lembrar Macondo. Na cidade criada por Gabriel Garcia Marquez, em Cem anos de solidão, choveu durante quatro anos, onze meses e dois dias. Imaginem, que água! Claro que Porto Alegre não chegou a esse ponto. Mas … Continue lendo