Rafael Guimaraens lança ’20 Relatos Insólitos de Porto Alegre’

Novo livro de Rafael Guimaraens reúne episódios inusitados ocorridos na capital gaúcha.

Novo livro de Rafael Guimaraens reúne episódios inusitados ocorridos na capital gaúcha.

Em 1905, inconsolável após a morte de seu marido, o político Júlio de Castilhos, a viúva Honorina suicidou-se com um fogareiro, na antiga residência da família, onde hoje funciona o Museu Júlio de Castilhos, no Centro Histórico da capital gaúcha. Estas e outras histórias, quase lendas, estão no novo livro do escritor e jornalista Rafael Guimaraens, 20 Relatos Insólitos de Porto Alegre (Libretos Editora), que chega nas livrarias nesta segunda quinzena de março.

A publicação é resultado de uma pesquisa histórica de mais de uma década. O autor, que possui uma extensa obra dedicada à memória da cidade, selecionou vinte histórias que ocorreram na capital gaúcha entre o final do século 19 e início do 20. Rafael conta que uma das suas principais motivações foi a possibilidade de exercitar uma narrativa mais curta e ágil, mas, ao mesmo tempo, que apresentasse os elementos da trama e os personagens de forma consistente para envolver o leitor.

RelatosInsolitoscapa

As narrativas misturam drama, romance, tragédia, memória, jornalismo e teatro, envolvendo personagens reais e cenários, incluindo locais que hoje não existem mais. Além da história da viúva de Júlio de Castilhos, 20 Relatos Insólitos de Porto Alegre traz outras histórias, como o dramático caso de amor entre o compositor erudito José de Araújo Vianna e a cantora e pianista Olinta Braga, como o surgimento da mística em torno da moça assassinada que virou  a santa popular conhecida por Maria Degolada e até a espetacular fuga da Ilha do Presídio a bordo de duas panelas.

“O que une estas histórias tão diferentes entre si é a estranheza que provocam. Também tive o cuidado de não estabelecer juízos morais sobre os comportamentos dos vários personagens, mesmo que ajam muitas vezes nas fronteiras da ética”, pondera Guimaraens, que é autor de 15 livros, entre eles os premiado Tragédia da Rua da Praia (2006), A Enchente de 41 (2008) e Teatro de Arena – Palco de Resistência (2009). No final de 2015, publicamo uma grande entrevista com Rafael. Relembre aqui.

Lançamento 21/03

Nesta terça-feira (21), às 19h, no Teatro Renascença, Rafael Guimaraens e Ivette Brandalise conversam sobre o tema “A história de um escritor catador de histórias”. Logo após, a partir das 20h, no saguão, tem sessão de autógrafos do livro 20 Relatos Insólitos de Porto Alegre. O evento tem entrada franca e integra a programação da 245ª Semana de Porto Alegre.

Adicionar a favoritos link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>