Aceleração destrutiva

Fabrício Silveira Do inglês, o termo “accelerationism” é um termo difícil. Soa mesmo estranho. Parece quase intraduzível. Poderia ser entendido como “aceleracionismo”. No entanto, nos últimos anos, é um termo que tem aparecido com relativa frequência no campo das Ciências Sociais críticas e tem suscitado oportunos debates. Provavelmente, retornaremos a … Continue lendo

O jardim dos poetas provincianos

Carlos Garcia No início do Século 20, um canto de Porto Alegre foi tomado por um grupo de intelectuais gaúchos. O local, chamado de Praça da Harmonia, era o ponto de encontro preferido de escritores como Alceu Wamosy, Eduardo Guimarães e Alcides Maya. Mas, no imaginário do povo, o local … Continue lendo

O bairro de Lupicínio

Carlos Garcia A Ilhota agora é um bairro. Isso mesmo, a antiga ilhota onde nasceu e viveu Lupicínio Rodrigues é oficialmente um bairro de Porto Alegre. A lei foi publicada, esta semana, no Diário Oficial. Um naco de terra foi suprimido do Menino Deus para dar origem ao novo arrabalde, … Continue lendo

O centenário de Roland Barthes

Fabrício Silveira Tive um professor que fumava enquanto dava aulas. Penteava muito bem os cabelos, deixando a testa sempre à mostra, a franja puxada para trás, num volume que se dissipava conforme fôssemos, a partir dali, chegando à nuca pelo lado esquerdo da cabeça. Ele se vestia muito bem, como … Continue lendo

Ed Motta em chave crítica

Fabrício Silveira “Minha opinião não é relevante”. Gostaria que todos os posts do Facebook começassem com esta frase. Não acompanho o trabalho do Ed Motta. Nunca me chamou a atenção. Sei que ele é um pernóstico notório. Sei que, para muitos, é a própria imagem da arrogância. No entanto, mesmo … Continue lendo

Chico Buarque e seu irmão alemão

Carlos Garcia O Irmão Alemão, de Chico Buarque, é uma ficção. O irmão alemão do Chico Buarque é real. Inspirado na busca verdadeira por encontrar seu irmão nascido na Alemanha, Chico forja uma realidade, nas páginas do livro, que retrata sua curiosidade e esperança em conhecer seu mano alemão. É … Continue lendo

Como ser hipster

Fabrício Silveira Sem dúvida, o hipster é o personagem emblemático de nosso tempo. Seja em Santa Maria ou Porto Alegre, seja em São Paulo, Nova York ou Londres, é muito fácil encontrá-lo. O hipster é uma figura carimbada da fauna urbana de qualquer cidade medianamente populosa. Para identificá-lo, basta reconhecer … Continue lendo

Rock de Galpão: Hiperpampa

Thiago Suman Pintar sua aldeia pra se fazer universal, assim o escritor russo Liev Tolstói estabeleceu um conceito que pigmenta muito dos regionalismos, das influências de uma aquarela cultural que compõe o vitral da cultura brasileira, por exemplo. Já, por outro turno, Mauro Moraes, compositor gaúcho, natural de Uruguaiana, na … Continue lendo

Zaz e o beija-flor

Carlos Garcia Os primeiros instantes do show da cantora francesa Zaz, em Porto Alegre, foram tensos. Parecia que aquele vozeirão rouco ia falhar a qualquer momento. Não falhou nunca. E seu timbre que já é encantador no disco foi ainda mais encantador na apresentação ao vivo. Je veux, que é … Continue lendo

Te Abraça Rio Grande

Thiago Suman A hora é essa e sempre é tempo de fazer acontecer. Acredito muito que somos donos do nosso tempo e destino e por isso saúdo, parabenizo e congratulo os idealizadores do portal CULTURÍSSIMA: Luiz Paulo Teló, Vinicius Berghahn e Marcos Marcon, pois vocês são sensitivos e bem aventurados … Continue lendo